Minhas impressões – Build Dia 2

Continuando essa série de posts, vou cobrir agora o que rolou no dia 2 do Build. Amanhã, ultimo dia! Passa muito rápido, inacreditavel!!!

 

  • Scott Guthrie: bom ver um técnico como VP da divisão de Cloud e Enteprise. Ele entende as oportunidades e o potencial que as soluções tecnológicas podem oferecer aos negócios e sabe da importância do papel dos Developers e ITpros neste mundo. Fiquem tranquilos que estamos em boas mãos!
  • Cloud (Azure) para soluções reais: mais de 100.000 VMS (sim, cem mil) rodando o backend do jogo Titanfall / Olimpíadas de Inverno sreaming by NBC, com mais de 2 milhões de views HD concorrentes. Imagine developer Brasileiro, todo esse poder a sua disposição….. Novos tempos, sim…. o que você faria com cem mil VMs???? ;-)
  • Remote Debugging Visual Studio e Azure: facilitando a vida da developer. Criar uma VM direto da IDE do VS e depois fazer um attach remoto de debug salva tempo, aumenta a produtividade e colaboração. Podem parecer detalhes, mas facilitam a vida do developer
  • Suporte a Puppet e CHEF: Sim, agora, na VM Gallery, você pode escolher uma VM rodando Puppet Master e depois criar facilmente VMs com o Puppet agent para gerenciamento via essa ferramenta OpenSource muito usada em cenários de automação e devops. Tanto Puppet como Chef ajudam ITpros a criar o que se chama “infrastructure as a code”,  ou seja, tratar o setup e manutenção da sua estrutura via scripts, automação, etc para salvar tempo. Habilitando interoperabilidade com Puppet e Chef possibilita a reutilização de investimentos já existentes por nossos clientes e parceiros
  • Azure AD Premium General Availability: bom para ITPros e Developers, além de das empresas Enterprise que agoram podem contar com uma solução de autenticação e autorização 100% na nuvem, baseada em uma tecnologia já comprovada (AD). Cenários de SSO ficarão mais acessíveis a todos
  • Compilador “Roslyn” open sourced via Apache 2.0, disponivel no Codeplex: a noticia veio através do “pai” do Turbo Pascal, Delphi e C#, Anders Hejlsberg durante a General Session. Sim, o compilador .NET (Criado em .NET) Roslyn está disponivel no codeplex, como código aberto. Ou seja, você pode alterar o compilador conforme suas necessidades e contribuir para MILHOES de desenvolvedores no mundo todo…. já imaginou isto? A Microsoft abrindo o código do .NET…. é isto que está acontecendo ;-) Download aqui: https://roslyn.codeplex.com/
  • Novo portal do Azure, disponivel: incrível, é a palavra. Se você tem uma conta no Azure, teste hoje. Fiz agora, depois da General Session e fiquei impressionado. É a primeira ferramenta que vejo que vai possibilitar de modo integrado o tão famoso “DevOps”, onde developers e operations trabalham junto no ciclo de vida de desenvolvimento e operação de uma aplicação. Habilitando continous integration, integração direta via Visual Studio e monitoramento e feedbacks, os comentários dos participantes do evento é que esse é um posicionamento de lider da Microsoft, inovando para os desenvolvedores. Isso vai mudar a maneira de como desenvolvemos software;
  • Suporte ao desenvolvedor tradicional .NET: a segunda parte do keynote, liderado pelo time de Evangelismo, deixou uma mensagem clara: não abandonaremos o desenvolvedor tradicional, que investiu em tecnologias tais como WPF, Games e mesmo aqueles que precisam migrar ou portar aplicações legadas. Uma das demos foi como trazer uma aplicação desenvolvida em VB6 para winforms e HTML5, possibilitando uma “Modern App”. Isso é muito importante para criar pontes e possibilidades para que nossos clientes possam adotar as tecnologias mais atuais mas sem uma ruptura bruta com os sistemas legados. Foi um dos feedbacks que ouvimos bastante nos ultimos anos dos desenvolvedores do Brasil e do mundo e espero que isto possa dar mais clareza ao futuro!
  • Web Applications: uma das soluções apresentadas foi que o AppStudio, ferramenta famosa para criação de Apps suportará a criação de Web Apps que possam trabalhar offline. Isto mesmo. Imagine encapsular um site já existente, em uma App, e acessar do phone ou outro device mesmo sem acesso a Internet. Através de algoritmos de cache, essa experiência é possível e disponível a todos que queiram adotar uma solucão de Apps mas talvez não tenham a oportunidade de desenvolver algo nativo

Com certeza, o resumo final foi: Microsoft + OPEN == Oportunidade para os develoepers brasileiros. Acredito que poucas empresas no mundo possuem a possibilidade de se posicionar desta maneira e oferecer um tratamento assim aos developers. Os produtos, somados aos programas de relacionamento existentes (MSDN, Technet, Bizpark, Dreamspark, MVP, MSP,etc) , como eu diria, são nitroglicerina pura….. Satya pediu para os developers confiarem na Microsoft…. acho que é por ai mesmo ;-)

 

Teve muito mais… recomendo fortemente a assistir o keynote do dia 2: http://channel9.msdn.com/Events/Build/2014/KEY02

 

Leave a Reply

Contact Me:

Name:

Email:

Verification Image

Enter number from above: