• Ano novo, novidades a vista!

    Sim, já é 2015. Pelo menos para a Microsoft. Como muitas empresas multinacionais, temos o conceito de ano fiscal. Ou seja, ao invés de nosso calendário de planejamento seguir os meses regulares do ano, temos um ano diferente, que em nosso caso, vai de Julho até Junho. Portanto, já estamos em 2015 ;-)

    Confesso que o primeiro semestre de 2014 (calendário ;-) , de Janeiro a Junho) foi um tanto quanto atípico. Copa do mundo, feriados, a experiência que tive com um intercâmbio de 3 meses em Redmond, na sede da Microsoft deixaram tudo meio “bagunçado”. Mas nem por isso não tivemos grandes acontecimentos na comunidade de tecnologia do Brasil. Eventos, novos conteúdos, aplicativos criados, soluções de nuvem, são alguns dos trabalhos que fizemos ao longo dos últimos meses.

    E como todo ano novo, há espaço para reflexões e melhoras. Há dois meses iniciamos nosso planejamento, juntamente com os times de Marketing e Negócios, para definirmos o que faremos nos próximos meses. A Microsoft se tornou uma empresa muito mais dinâmica, e por isso, planejamento mais curtos e com possibilidade de correção de rotas são o padrão.

    Em breve poderemos compartilhar com vocês as novidades e as oportunidades que teremos de nos encontrar, de modo virtual, e ao vivo!  Claro, seria ótimo escutar de vocês o que gostariam de ver, participar, sugerir para esse ano novo. Fiquem a vontade para usar o campo “Comentários” para deixar sua ideia! Vamos avaliar com carinho!

    Como parte das novidades, o time de Evangelistas do Brasil sofreu algumas mudanças. Dois membros do nosso time (Vitor e Rogerio) agoram pertencem ao time da Microsoft Corporation, com alcançe global! Novos membros chegaram (Fabricio, Marlon) e sim, temos uma vaga aberta em nosso time ;-)

    O Evangelista é um profissional um tanto quanto raro. Precisa ter um conhecimento técnico aprimorado, apronfudado. Ser uma referência e um ou mais tópico. Ao mesmo tempo, precisa ter um poder de comunicação muito forte, seja para audiências maiores (eventos, webcasts) ou reuniões de definição de arquitetura e projetos. O dia a dia é muito intenso, a chance de se trabalhar com tecnologia de ponta é única e a experiência… essa vale para a vida toda!

    Portanto, se você quer fazer parte deste time, se aplique agora! O foco deste Evangelista será soluções de Cloud Computing (Azure) e Arquitetura de Software! Saiba mais aqui: http://www.linkedin.com/jobs2/view/17613725?trk=vsrp_jobs_res_name&trkInfo=VSRPsearchId%3A135585881405515608166%2CVSRPtargetId%3A17613725%2CVSRPcmpt%3Aprimary

     

    Se você quiser saber quem seriam seus futuros colegas de trabalho, aqui vai uma página com essa “Tropa de Elite” :-) : http://dbordini.azurewebsites.net/index.php/time-de-evangelistas-no-brasil/

    Para finalizar, como é ano novo, resolvi dar uma repaginada no blog… novo layout, novas informações.. Espero que gostem e qualquer comentário é muito bem vindo!

     

  • Puppet and Microsoft: Delivering DevOps in an interoperable world

    partnership

    Recently, at Build 2014 conference, Microsoft and Puppet Labs announced a strategic relationship to integrate Puppet Enterprise with Microsoft Azure and Visual Studio 2013 Professional and Ultimate, providing developers and IT operations teams a simple way to deploy and manage infrastructure across physical and virtual machines, on private infrastructure, or in the public cloud.

    This partnership is aligned with Microsoft vision to embrace, extend and integrate open source in our solutions. In particular, this partnership aims to help developers and IT Pros to introduce a DevOps practice in their environment.

    With the Puppet Enterprise and Azure integration, joint customers can easily deploy virtual machines from the Azure Gallery that are configured and managed by Puppet Enterprise. Additionally, a free Puppet Enterprise trial is now available on the Azure Gallery through May 31, 2014 to help Azure customers quickly deploy a pre-configured Puppet Master image.

    However, perhaps you could think, “How should I start”? Well, either if you are familiar with Microsoft tools or open source tools, the list below consolidate important resources to learn more about this solution and have a practical overview in how to implement this solution. Of course, we expect to have more features and scenarios in the futures, then, any feedback and comments are appreciate!

    Overview

    Puppet and Azure: Bringing DevOps to Enterprise (VIDEO)

    New Integrations with Microsoft Azure and Visual Studio

    Microsoft DevOps efforts at open source space

    DevOps: an IT Pro Guide (Virtual Academy)

    DevOps tools in an open source world

     

    Demos & Hands on Labs

    Hands on Lab: Creating a Puppet infrastructure using Microsoft Azure

    Tutorials

    Microsoft OPEN TECH: Puppet Tutorials

    Creating Puppet Modules and Manifests

    Getting Started Guide for Deploying Puppet Enterprise in Microsoft Azure

     

    People to Follow

    David Tesar, Microsoft IT Pro Evangelist

    Ross Gardler, MS OPEN TECH Evangelist

     

    Of course, you can expect Microsoft keeping investing in these kind of partnerships. Puppet is just one example how serious we are about open source technologies and taking customer feedbacks into our solutions. Other solutions (like Chef, for example), are covered as well. I strongly recommend you to look on this tutorial written by Damien Caro about Chef and Azure integration: http://blogs.technet.com/b/dcaro/archive/2014/04/22/hands-free-configuration-of-your-vm-in-microsoft-azure.aspx

    Additionally, if you are interested to know more about efforts like that, please visit our portal: http://msopentech.com/blog/project-categories/devops/

    []‘s

    @dbordini

  • Sou brasileiro e não desisto nunca; sou brasileiro e vim para o Build!!!

    microsoft-build-2014

    Pessoal, ontem aqui no Build em São Francisco, conheci o Gabriel… Brasileiro, figuraça… Ele exemplifica o perfil do Desenvolvedor brazuca batalhador, que corre atrás dos seus sonhos.

    Gabriel escutou uma rodinha de brasileiros conversando no corredor do evento. Não se envergonhou e logo se apresentou, dizendo quem era o que fazia, etc. Para sorte dele (ou azar ;-) ) ele conheceu 2 funcinários da Microsoft, 2 sócios da empresa GlobalCode (http://www.globalcode.com.br/home) , reconhecidíssima no mercado brasileiro por seus treinamentos e eventos e mais alguns Especialistas reconhecidíssimos do Brasil na área de TI… tudo isso por não ser brasileiro e não ter vergonha ou timidez de se apresentar ;-)

    A história do Gabriel vai mais além… ele é de Minas Gerais, especificamente BH. Veio ao Build sozinho (quase, com a namorada ;-) , era o sonho dele vir ao evento. Comunicou ao chefe que vinha, conseguiu permissão, pegou um avião e veio aqui. Falou com o time de Produto do Visual Studio, Xamarin e muito mais… investiu em si mesmo. Esses pequenos fatos que fazem com que tudo valha a pena….

    Ele tentou vir o ano passado, mas não conseguiu.. saiba o porquê assistindo o video abaixo que eu gravei com o Gabriel!

    Gabriel, é isso aí!!! Brasileiro não desiste nunca! Obrigado por acreditar na Microsoft e trazer momentos como esse a todos nós!

     

  • Minhas impressões – Build Dia 2

    microsoft-build-2014

    Continuando essa série de posts, vou cobrir agora o que rolou no dia 2 do Build. Amanhã, ultimo dia! Passa muito rápido, inacreditavel!!!

     

    • Scott Guthrie: bom ver um técnico como VP da divisão de Cloud e Enteprise. Ele entende as oportunidades e o potencial que as soluções tecnológicas podem oferecer aos negócios e sabe da importância do papel dos Developers e ITpros neste mundo. Fiquem tranquilos que estamos em boas mãos!
    • Cloud (Azure) para soluções reais: mais de 100.000 VMS (sim, cem mil) rodando o backend do jogo Titanfall / Olimpíadas de Inverno sreaming by NBC, com mais de 2 milhões de views HD concorrentes. Imagine developer Brasileiro, todo esse poder a sua disposição….. Novos tempos, sim…. o que você faria com cem mil VMs???? ;-)
    • Remote Debugging Visual Studio e Azure: facilitando a vida da developer. Criar uma VM direto da IDE do VS e depois fazer um attach remoto de debug salva tempo, aumenta a produtividade e colaboração. Podem parecer detalhes, mas facilitam a vida do developer
    • Suporte a Puppet e CHEF: Sim, agora, na VM Gallery, você pode escolher uma VM rodando Puppet Master e depois criar facilmente VMs com o Puppet agent para gerenciamento via essa ferramenta OpenSource muito usada em cenários de automação e devops. Tanto Puppet como Chef ajudam ITpros a criar o que se chama “infrastructure as a code”,  ou seja, tratar o setup e manutenção da sua estrutura via scripts, automação, etc para salvar tempo. Habilitando interoperabilidade com Puppet e Chef possibilita a reutilização de investimentos já existentes por nossos clientes e parceiros
    • Azure AD Premium General Availability: bom para ITPros e Developers, além de das empresas Enterprise que agoram podem contar com uma solução de autenticação e autorização 100% na nuvem, baseada em uma tecnologia já comprovada (AD). Cenários de SSO ficarão mais acessíveis a todos
    • Compilador “Roslyn” open sourced via Apache 2.0, disponivel no Codeplex: a noticia veio através do “pai” do Turbo Pascal, Delphi e C#, Anders Hejlsberg durante a General Session. Sim, o compilador .NET (Criado em .NET) Roslyn está disponivel no codeplex, como código aberto. Ou seja, você pode alterar o compilador conforme suas necessidades e contribuir para MILHOES de desenvolvedores no mundo todo…. já imaginou isto? A Microsoft abrindo o código do .NET…. é isto que está acontecendo ;-) Download aqui: https://roslyn.codeplex.com/
    • Novo portal do Azure, disponivel: incrível, é a palavra. Se você tem uma conta no Azure, teste hoje. Fiz agora, depois da General Session e fiquei impressionado. É a primeira ferramenta que vejo que vai possibilitar de modo integrado o tão famoso “DevOps”, onde developers e operations trabalham junto no ciclo de vida de desenvolvimento e operação de uma aplicação. Habilitando continous integration, integração direta via Visual Studio e monitoramento e feedbacks, os comentários dos participantes do evento é que esse é um posicionamento de lider da Microsoft, inovando para os desenvolvedores. Isso vai mudar a maneira de como desenvolvemos software;
    • Suporte ao desenvolvedor tradicional .NET: a segunda parte do keynote, liderado pelo time de Evangelismo, deixou uma mensagem clara: não abandonaremos o desenvolvedor tradicional, que investiu em tecnologias tais como WPF, Games e mesmo aqueles que precisam migrar ou portar aplicações legadas. Uma das demos foi como trazer uma aplicação desenvolvida em VB6 para winforms e HTML5, possibilitando uma “Modern App”. Isso é muito importante para criar pontes e possibilidades para que nossos clientes possam adotar as tecnologias mais atuais mas sem uma ruptura bruta com os sistemas legados. Foi um dos feedbacks que ouvimos bastante nos ultimos anos dos desenvolvedores do Brasil e do mundo e espero que isto possa dar mais clareza ao futuro!
    • Web Applications: uma das soluções apresentadas foi que o AppStudio, ferramenta famosa para criação de Apps suportará a criação de Web Apps que possam trabalhar offline. Isto mesmo. Imagine encapsular um site já existente, em uma App, e acessar do phone ou outro device mesmo sem acesso a Internet. Através de algoritmos de cache, essa experiência é possível e disponível a todos que queiram adotar uma solucão de Apps mas talvez não tenham a oportunidade de desenvolver algo nativo

    Com certeza, o resumo final foi: Microsoft + OPEN == Oportunidade para os develoepers brasileiros. Acredito que poucas empresas no mundo possuem a possibilidade de se posicionar desta maneira e oferecer um tratamento assim aos developers. Os produtos, somados aos programas de relacionamento existentes (MSDN, Technet, Bizpark, Dreamspark, MVP, MSP,etc) , como eu diria, são nitroglicerina pura….. Satya pediu para os developers confiarem na Microsoft…. acho que é por ai mesmo ;-)

     

    Teve muito mais… recomendo fortemente a assistir o keynote do dia 2: http://channel9.msdn.com/Events/Build/2014/KEY02

     

  • Minhas impressões – Build Dia 1

    microsoft-build-2014

    Pessoal,

    Dei uma pausa no meu projeto especial (não totalmente ;-) ), mas estou aqui no Build Conference, em São Francisco. Viemos acompanhar alguns importantes influenciadores do Brasil que aceitaram nos acompanhar e participar deste evento (mais sobre isso: http://viniciussouza.azurewebsites.net/caravana-brasileira-no-build-2014/

    Provavelmente vocês já leram em vários sites revisões e opiniões sobre os lançamentos (esse link resume bem). Assim, evitarei ser repetitivo e vou dar minhs impressões da importância das notícias divulgadas mas da perspectiva do desenvolvedor BRASILEIRO. Espero que gostem; vai se uma lista sem estrutura, com coisas que ficaram mais marcantes em minha mente:

     

    • Universal App: matador; 90% das APIs compartilhadas entre Phone e Windows possibilitará a criação de projetos chamados “Universais” no Visual Studio. Assim, o desenvolvedor brasileiro poderá desenvolver para Windows Phone e automaticamente ter uma uma App para Windows tablets, com uma interface de desenvolvimento totalmente integrada. Aconselho testar depois os emuladores dentro do Visual Studio e conhecer melhor a arquitetura
    • Windows e Phone Store, Unificação: bom para o developer brasileiro, pois vai unificar a experiência de compra (compra 1 vez, usa em qualquer device); além disso, haverá um símbolo na App que identifica a mesma como Universal, ou seja, que ela possui uma versao para Phone e Windows, com roaming de informações. Fantastico, pois o personal settings do user pode fazer roaming entre devices.
    • Cartão de crédito para Stores não mais requerido: facilitará a criação das contas de developers novos, pois o cartão de crédito não será mais usado como fator de comprovação de identidade. Possibilidades para corporações públicas e/ou privadas, jovens, estudantes e todos que não possuem ou não podem usar o cartão.
    • WinJS aberto e compatível com Windows Phone: matador também. O WinJS foi aberto via Apache Foundation 2.0 (e dizem que a MS não é aberta ;0)) e agora, o desenvolvedor brasileiro pode também desenvolver apps para Windows Phone usando WinJS, o que antes só estava disponível para Windows.. Sabemos que no Brasil o Javascritpt é forte, portanto, convidamos todos esses developers a aumentar seu impacto com suas apps no Windows Phone !
    • Cortana: sensacional, claro, ainda em modo beta e portanto, sob aprimoramentos, mas o potencial é grande. Pense developer: a Microsoft não está apenas lançando o Cortana. Ela vai disponibilizar APIs para que você integre sua aplicação, assim como foi mostrado com Facebook e Twiiter. Imagino o cenário por exemplo de uma App de transito ou para saber os horários de ônibus. Diga:   ‘Cortana, MINHAAPPONIBUS, qual o horario do proximo onibous para Itaquera?” e ela interage…. tudo isso powered by Machine Learning e BING, aprendendo com o seu uso a cada dia.
    • Windows e Phone disponibilizados a custo US$0 para devices IoT e com menos de 9 polegadas: possibilidades infinitas, principalmente em paises como o Brasil, de popularizar ainda mais a adoção do Windows Phone e Windows tabltets. Os fabricantes de hardware tem um motivo forte agora para expandir seu portfólio. O produto continua com a mesma qualidade, e se tornou agora um competidor forte em termos de business com Android. Tecnicamente, não entendo que deixamos a desejar, pelo contrário, em termos de segurança, estamos a frente (próximo item)
    • Features de Enterprise Security para Windows Phone: matador para o ITPro, que pode abraçar os devices dos usuários mas de modo seguro. Features como S/MIME suporte e gerenciamento de Apps colocam controle nos devices, mas sem perder a produtividade do usuário final. Esta sem dúvida é uma das fortalezas da plataforma Windows Phone na adoção de cenários corporativos
    • Xbox One Apps: Sim, Universal Apps também cobrirão Apps para serem executadas no Xbox ONE. Developers do Brasil poderão criar suas apps para rodar nas 3 plataformas, com compartilhamento de código. Imagine as possibilidades.. 80 milhões de consoles esperando suas apps ;-)
    • Windows Phone Dual SIM: mais uma decisão que vai acelerar a adoção de Windows Phone especialmente em paises emergentes, tais como o Brasil! Agora é a hora de portar / criar sua aplicação !!!

    No final da general session, houve um Q&A com Satya, o novo CEO. Achei muito interessante a resposta a pergunta “Por que um developer deveria apostar na plataforma Microsoft?” Acho que a resposta que ele deu faz muito sentido, dizendo que a Microsoft está comprometida a inovar as experiências dos usuários e developers. Não há como negar que mais de 1 bilhão de devices rodam nossa plataforma, isto por si só já e um apelo, mas a maneira como a Microsoft está abrindo ainda mais e se tornando “mobile-first, cloud-first” (Office for IPAD, por exemplo) mostra as oportunidades para os developers!

    Desde meus primeiros anos na area de TI sempre houve o consenso que a Microsoft aposta nos developers e ITPros. Claro, podemos tomar decisões erradas, mas esse fundamento não muda e fico feliz de ver isto cada vez mais com essa nova liderança!

     

    []‘s

     

     

  • Seattle: Mais uma semana se foi…

    1176355_10202632105376316_1606310867_n

    Parece incrível, mas já faz duas semanas que estou aqui. Parece 2 anos… Já vi sol, neve, floresta, conheci pessoas muito, mas MUITO inteligentes e vi tanta tecnologia que não esperava que era possível.

    A grandeza do Campus da Microsoft aqui em Redmond é única. Sei que falam muito do Vale do Silicio, Google e Facebook, mas garanto que não deixamos nada a desejar em termos de grandiosidade. Até um sistema de transporte interno existe, com carros e vans para transportar os funcionários e visitantes…. (se tiver curiosidade em conhecer a MS em números, recomendo esse link: http://www.microsoft.com/en-us/news/inside_ms.aspx)

    Tirando a parte física, a parte “lógica” ou intelectual da coisa também é incrível. Tive conversas com pessoas muito brilhantes, inteligentes, mas que são ávidas por saber como funcionam as coisas em outros lugares, como por exemplo, o Brasil. Para eles, saber que os clientes usam e fornecem opiniões e feedbacks dos produtos que criam é muito importante. Além disso, tudo que é feito aqui, é escala global. Ou seja, toda e qualquer decisão, afeta milhões de pessoas. Isto me faz refletir muito.

    Outra oportunidade que tive essa semana foi participar da Microsoft TechFest. Para quem se lembra de Comdex e Fenasoft, é algo nesta linha. Mas imagine uma série de estandes apresentando os projetos que estão em desenvolvimento pela Microsoft Research, time de cientistas responsáveis por estudar e analisar tendências de futuro, que em 5 ou 10 anos podem se tornar produtos reais. É nesta linha. Não posso comentar sobre o conteúdo (confidencialidade em primeiro lugar), mas só posso dizer que é fantástico. Acreditem. Para saber mais: http://www.microsoft.com/eu/whats-next/article/microsoft-research-techfest-looks-at-the-future.aspx

    Bem, mas ninguém é de ferro. Por isso, neste primeiro final de semana que tive livre fui visitar dois lugares bem bacanas: Monte Rainier (http://www.nps.gov/mora/index.htm) e Lake Crescent, no Olympic National Park (http://www.nps.gov/olym/planyourvisit/visiting-lake-crescent.htm)

    Incrivel como no mesmo final de semana (e até no mesmo dia) você consegue ver neve e uma floresta tropical. Washington é um estado conhecido por suas belezas naturais variadas e Seattle é privilegiada em termos de localização. 2 ou 3 horas de carro são suficientes para te levar a lugares lindos. Abaixo segue algumas fotos, que dependendo do local, acabo postando em meu Facebook em tempo real.

    Bem, a semana está acabando, mas ainda não finalizou.. Acabei não postando muito por causa da semana corrida, mas vou tentar ser mais regular….. paro por aqui, para voltar ao trabalho e até o próximo post!

     

    []‘s

    1011275_10202637987923376_1022766488_n 1173881_10202650400073672_1518441749_n 1176342_10202656486265823_1457698753_n 1176355_10202632105376316_1606310867_n 1236590_10202637095261060_1803498883_n 1622760_10202645200783693_458068553_n 1723720_10202645200143677_1390307500_n 1898221_639777239421659_960712936_n 1900039_10202645200703691_790576360_n 1926701_10202637982403238_968513451_n 1947780_10202645199663665_1696718387_n

     

  • Meus primeiros dias em Seattle e no trabalho

    sea

    Já faz quase uma semana… e sim, faz sol em Seattle (a foto não tem filtros) ;-) . Estou ainda em período de adaptação, vida pessoal e profissional. Tudo é novo; fazer compras no mercado, arrumar a casa, vir ao trabalho sem saber o caminho direito, mas está sendo interessante.

    Do ponto de vista profissional, estou apredendo bastante. A cultura americana é diferente da nossa (nem pior, nem melhor) e isso traz algumas reflexões interessantes. São bem mais focados no dia a dia e acabam saindo mais cedo do trabalho, um pouco diferente de nós ;-)

    Essa semana já tive uma experiencia bem bacana. O time que estou é o responsável por um canal no Channel 9 chamado “Edge Show” .. Focado em notícias para ITPros e assuntos técnicos relevantes, regularmente eles gravam uma entrevista / demo com algum expert e compartilham notícias com a comunidade mundial.

    No episódio 93, tive a oportunidade de dividir a bancada com o Evangelista daqui David Tesar (@dtzar ) . Foi bem bacana, apesar do nervosismo ;-) . A estrutura da Microsoft Corporation para tais tipos de atividade é incrível… um prédio inteiro basicamente só de estúdios, coisa realmente de primeiro mundo.

    Bem, convido todos a assistirem: http://channel9.msdn.com/Shows/Edge/Edge-Show-93-Chef-deployments-to-Windows-Azure

    Em breve compartilharei mais sobre o dia a dia e o projeto que estarei!

     

    []‘s

     

     

  • Minha nova aventura (My new Adventure)

    1920533_10202588522686776_2055314081_n

    Sempre tive curiosidade em saber como é a vida (morar) nos Estados Unidos. Conheço muitos que tomaram essa decisão e não se arrependem, e outros, que se arrependem :)

    Acredito ser uma questão muito pessoal de cada um, e entendo que poucos tem a chance de “testar” isso antes de uma decisão final.

    Além deste fator, profissionalmente falando, também há a curiosidade em saber como opera uma empresa multinacional, em sua sede. Como as decisões são tomadas, os alinhamentos feitos, a visão criada. Poucos profissionais tem esse privilégio e depois, muitas histórias para contar ;-)

    Estou contando isso pois terei a oportunidade única de, por 2 meses, trabalhar na sede da Microsoft Corporation, em Seattle, Estados Unidos. A Microsoft possui várias maneiras de ajudar no desenvolvimento profissional de seus funcionários e um destes programas de “intercâmbio” permite exatamente isto. Ficarei alocado em um projeto especial e durante dois meses, viver, trabalhar e se divertir como um típico americano. Não tão típico talvez, mas terei a oportunidade de aprender muito, pessoalmente e profissionalmente.

    Por isso, pensei em compartilhar essa experiência aqui neste blog, seguindo a dica de um amigo que conversei essa semana na Microsoft. Claro, já deixo claro que respeitarei questões de confidencialidade, portanto, não esperem anúncios ou “quentinhas” de última hora. Mas compartilharei algumas opiniões (e talvez até peça opiniões) e ponto de vista do que vou ver por aqui, seja de metodologias de trabalho, tecnologias ou mesmo, alguma coisa pessoal.

    Vocês já conhecem nosso time de Evangelistas no Brasil (http://www.fabiohara.com.br/2014/02/20/conheca-o-time-de-technical-evangelists-da-microsoft-team-2014/). Eles continuam trabalhando firmes e fortes, cuidando de nossos clientes e parceiros na adoção do que há mais de novo em tecnologia. Estarei longe, mas com o pensamento no time, com a certeza que irão trabalhar duro, como é do caráter deles.

    Assim, regularmente, convido todos a darem uma olhadinha no blog, e acompanharem essa aventura de perto! Claro, se tiverem dúvidas ou sugestões, fiquem a vontade para compartilharem comigo.

    Pra começar, hoje foi dia de reconhecimento de terreno ;-) Ficarei em uma cidade chamada Bellevue, perto do campus principal da Microsoft, em Redmond. Assim, o dia foi de desfazer as malas, tomar um café da manhã no Starbucks e, explorar um pouco mais Seattle, que é uma cidade importante dos Estados Unidos. Abaixo algumas fotos. Foi só primeiro dia, muito mais por vir!

    []‘s

    I’ve always been curious to know what is life (live) in the United States. I know many who have taken this decision and do not regret; some, do regret. I believe it is a very personal matter, and I understand that few have the chance to “test” it before a final decision.
    Besides this factor, professionally speaking, there is also the curious as operates a multinational corporation, at its headquarters. How decisions are taken, the alignments made, the vision created. Few professionals have this privilege and after, many stories to tell;-)
    I’m telling you this because I have the unique opportunity to, by 2 months, work at the headquarters of Microsoft Corporation, in Seattle, United States. Microsoft has several ways to assist in the professional development of its employees and one of these programs to “Exchange” allows exactly that. Be allocated in a special project and for two months, live, work and have fun as a typical American. Not so typical maybe, but will have the opportunity to learn a lot, personally and professionally.

    So, I thought I’d share this experience here on this blog, following the suggestion of a friend who I spoke this week at Microsoft. Of course, I will respect confidentiality issues, so don’t expect news or annoucements . But I will share some opinions (and maybe even ask for opinions) and point of view what I see around here, whether working methodologies, technologies or even, something personal.

    You already know our team of Evangelists in Brazil (http://www.fabiohara.com.br/2014/02/20/conheca-o-time-de-technical-evangelists-da-microsoft-team-2014/). They keep working strong, caring for our customers and partners on adoption of our new technology. Be far away, but with the thought at the time, with the certainty that they will work hard, as is their character.

    Thus, regularly, I invite everyone to take a look  at the blog, and follow this adventure! Of course, if you have any questions or suggestions, feel free to share with me.

    Today was the first day of Recon;-) I will be in a town called Bellevue near Microsoft’s main campus in Redmond. So the day was unpacking, take a breakfast at Starbucks and explore a little more Seattle, which is a major city of the United States. Below some pictures. It was just day one, much more to come!

    [] ‘s
    1621970_10202588524126812_46614367_n 1891160_10202589888880930_1433057409_n 1920210_10202588553167538_778812923_n 1920533_10202588522686776_2055314081_n

     

  • Retrospectiva 2013 – Top 10 Eventos para Comunidades Técnicas Microsoft

    2013

    Olá Pessoal,Em clima de final de ano, resolvi listar 10 eventos e/ou conteúdos relevantes que nosso time de Especialistas trabalharam neste ano de 2013. Essa é uma visão pessoal, claro, portanto, pode ser um pouco diferente da visão de cada membro do time ou participantes da comunidade ;-) Espero trazer boas lembranças!

    Clique nas imagens acima e aproveite!

  • A Arte de Ensinar e Aprender

    collaboration

    Hoje eu li duas matérias que me chamaram muito a atenção. Aparentemente, não há nenhuma relação entre elas, mas me fez pensar um pouco e acabei encontrando algumas similaridades.

    A primeira delas é sobre a experiência de uma aluna de MBA (http://www.avidaquer.com.br/coragem-contagia/) com seu Professor. A Segunda, uma iniciativa chamada “Hour of Code”, que acontece essa semana em várias lugares do mundo, incluindo aqui no Brasil, em nosso centro de tecnologia chamado MTC (Microsoft Technoly Center) – http://csedweek.org/

    A similaridade? O impacto do Educador na vida de uma pessoa. Explico melhor.

    Me identifiquei muito com a história da moça do MBA. Não vou entrar no mérito de quem tem razão, mas eu próprio senti na pele o que ela sentiu. Quando decidi deixar um pouco de lado a carreira técnica de TI e me dedicar mais a Business / Marketing, procurei um MBA de Product Management. Estava muito assustado. Afinal, o cara técnico iria dividir a sala com gênios criativos de marketing e visionários de negócios, além de ser ensinado por professores altamente renomados. Não foi o caso.

    Lembro na primeira aula, todos se apresentando. Quando eu disse que era da Microsoft a primeira pergunta foi “Você não cuida de pirataria, certo ?”. Respondi que não, e emendei que provavelmente esse não era o problema daquela turma, altamente qualificada e culta, que nunca pirataria ou roubaria um software…. o começo já me dava indícios do que viria pela frente.

    Resumo da história é que realmente não aprendi o que eu achava que aprenderia. O Professor era um Professor mesmo. Métodos antigos de ensino, ficava na lousa com uma apostila tentando passar sua experiência a qualquer preço e não aceitava nenhum tipo de colaboração. Eu procurava um Educador. E acredito que toda a classe também. Alguém que proposse um tema, discutisse com a turma, facilitasse a colaboração. Aprendi muito mais nos cafés do que nas aulas. .Tanto que o Professor foi “expulso” por nós no meio do curso. Acontece.

    Mudando para a Hora do Código (Hour of Code). Hoje tivemos a presença de 5 – 7 pessoas aqui na Microsoft, entre 5 – 17 anos. Pelo mundo, foram milhares. Objetivo: criar seu primeiro código ou programa.

    Como vocês acham que eles irão aprender? Em apenas 1 dia, lendo uma apostila? O Educador explicando lógica de programação na lousa? Não, irão aprender com um bom facilitador / educador.

    Alguém que motive, que explique o porquê aquilo é importante. Bill Gates e Mark Zuckerberg, entre outros, criaram um vídeo explicando porque toda a escola deveria incluir em sua grade curricular técnicas de programação. Com motivação e orientação, qualquer um pode ir longe.

    E é isto que vai acontecer hoje na Hora do Código. O impacto que esses facilitadores terão na vida destes futuros profissionais será inesquecível, se bem feito. Esse modelo já é adotado em algumas escolas na Europa e outros lugares do mundo. Decidamos um assunto, e alunos e educador trocam experiências e aprendem juntos. Tema de hoje? Vamos construir um foguete!!!! Cálculo, física, colaboração, marketing, midias sociais. Tudo pode estar envolvido nesta tarefa. E assim, todos se motivam e querem mais.

    A Tecnologia vai mudar ainda mais no futuro a maneira que aprendemos e discutimos assuntos. Tablets e outros dispositivos móveis serão a porta de entrada para o conhecimento organizado e armazenado em grandes “nuvems de conhecimento”, que podem ser acessadas, complementadas e compartilhadas por todos.

    Até liçào de casa vai ficar interessante: http://www.youtube.com/watch?v=ho00x7ZvDLw

     

    []‘s,

    DB

     

Contact Me:

Name:

Email:

Verification Image

Enter number from above: